domingo, janeiro 16, 2011

Meu Primeiro Ponto Cruz e Fóruns

Consegui! Encontrei meu primeiro ponto cruz.
Já contei esta história aqui, mas vou contar outra vez para ficar junto com seu quadrinho, protagonista da história... rs
A cunhada do meu marido comprou um kit - Janlynn, se não me encgano - e não conseguia fazer. Pediu ajuda a sua sogra, que também não conseguiu avanços. Então, veio parar em minhas mãos, recém chegada à família (eu e meu marido estávamos no começo do namoro ainda). Era um kit pequeno e as instruções estavam todas em inglês. Eu nunca havia parado para admirar o ponto cruz, nem sei se já havia me deparado com ele antes, mas fiquei bastante interessada e, seguindo as instruções ao pé da letra, saiu este quadrinho, meu primeiro em ponto cruz. Daí em diante, foi uma paixão que só cresceu e se firmou com raízes profundas!!! rs
O kit vinha completo, com o gráfico, etamine, linhas e agulha e a moldura para montá-lo. Costumava deixá-lo pendurado na porta de entrada da nossa primeira morada. Estava bem sujinho quando o reencontrei, então após um banho, aqui está ele! Deve ter uns 15 anos... rs



Este blog se firmou, principalmente, pelos trabalhos propostos pelos fóruns de que participava e, ultimamente, estou em falta com eles. Devo-lhes uma satisfação do meu sumiço e vou lá fazê-lo, pois sempre fui muito bem recebida por todos os integrantes de cada um deles. E sumi, justamente quando li em um dos tópicos de discussão desses fóruns que havia pessoas que só entravam lá para obter gráficos e não participavam ou ajudavam em nada. Eu tinha até deixado esta página aberta no meu computador, pois pretendia responder. E lá ela ficou por muitos dias, até meses, e um dia achei que já nem tinha mais o direito de responder, pois havia me tornado uma daquelas pessoas que haviam citado - que não participavam e não contribuiam para o fórum - e fiquei com vergonha de entrar para tentar expor qualquer que fosse minha opinião. Estes fóruns me ajudaram muitíssimo enquanto estive me recuperando de um acidente e sempre que precisei elas estavam lá para me apoiar e incentivar. E me recuperei muito bem e consegui fazer muita coisa com a ajuda deles, então me sinto em falta com todas aquelas pessoas, mas ainda tenho receio de chegar lá e ser repreendida de alguma forma. Mas tenho que fazê-lo.
Postar um comentário